Activities with culmination

  • Fátima Oliveira
  • António Leal

Abstract

Neste artigo, discutimos um problema debatido há muito sobre a natureza aspetual de certas predicações, classificadas como Activities e Accomplishments (Vendler 1957, e outros). Este problema foi já colocado de maneira informal por vários autores, que assinalaram a complexidade dos Accomplishments, mas só mais recentemente houve tentativas de formalização que explicasse a alternância entre estes tipos aspetuais que é desencadeada pelas propriedades denotacionais de um dos argumentos de certos verbos. Tendo em conta alguns dados do Português Europeu, propomos que os verbos podem ter informação lexical que é relevante para a determinação da presença ou ausência de telicidade nas predicações em que ocorrem. Assim, certos traços verbais restringem a composição aspetual da predicação, mas há casos em que o perfil aspetual é definido em função do processo com- posicional envolvido, uma vez que o verbo não é marcado com esses traços. Neste trabalho, apenas foi considerada a contribuição de certos argumentos internos tendo em conta a sua natureza denotacional (cumulativo / não cumulativo). Propomos ainda que, nos casos em que os verbos não são lexicalmente marcados com os traços anteriormente referidos, a predicação não pode ser classificada à partida como Activity ou Accomplishment.
Published
2015-03-31